• Detalhe pintura Aredores de Curitiba
  • Detalhe pintura Duas Racas
  • Detalhe pintura Entrada Barra Sul Por do Sol
  • Detalhe pintura Mulher Desconhecida
  • Detalhe pintura Paisagem com Lírios
  • Detalhe pintura Paisagem Paranaense

Programação das oficinas

Grade de Oficinas - 1º Semestre de 2019

PINTURA

O curso trabalhará uma introdução ao contemporâneo, paleta pessoal e séries próprias personalizadas com abordagens relacionadas à interpretação das cores (1º, 2º e 3º) mais complementos e contrastantes; pintura acrílica ou a óleo direta, enaltecendo volume, preto e branco monocromáticos e complementares; psicologia da cor; estudo da escala de tons e valores e referências de cada cor; interação na mixagem das cores para elaborar prancha; nuance de planos indo para o abstrato imaginário com a técnica da veladura e movimentos com cores na tela. As aulas são conduzidas de maneira que os alunos possam expressar suas preferências e estilos.

Pintura


Professor: Osmar Carboni

Nascido em Piracicaba (SP) em 1954, o artista plástico Osmar Carboni mora em Curitiba (PR) há mais de 40 anos. Participa de exposições coletivas e individuais em galerias, museus e outros espaços, no Brasil e no exterior. Foi presidente por dois mandatos da Associação dos Artistas Plásticos do Paraná (APAP/PR). Suas obras passaram por fases como acadêmico, impressionismo, figurativo, abstrato, moderno e contemporâneo.


PINTURA COM ÊNFASE ACRÍLICA

O curso vai explorar o universo da pintura com a diversidade de técnicas e tipos de pinturas, entre eles a pintura em acrílica e seus atributos; teoria das cores; matiz, valor, intensidade da cor/harmonia; noção básica de desenho (desenho de observação); diálogo desenho-pintura; noções básicas de composição; técnica da pintura em acrílica, efeitos e texturizações; desenvolvimento do trabalho com incursões opcionais a outras técnicas, a exemplo, a têmpera vinílica.


Professor: Francisco Borges Laranjal

Nascido em Laranjal (MG) em 1951, cidade que deu origem ao sobrenome artístico. Entre 1987 e 1988 morou nos Estados Unidos e teve aulas de desenho com modelo vivo com Patrícia Elliott, de pintura em aquarela com Elise Khol no Nashua Center for the Art (atualmente NAAA); Colagem e Assemblage com Aldrey Colby no Massasshussets College of Art (Boston); Pintura e Escultura com modelo vivo com Nancy Angel no Rivier College de Nashua-NH. No Brasil estudou com Ronaldo do Rego Macedo (Parque Lage), Nelson Leiner (FAAP) e Selma Weismmann da Escola Guignard de Belo Horizonte. Em 1989 volta para a cidade de Vitória (ES) quando inicia uma série de atividades artísticas, realizando mais de 20 exposições entre coletivas e individuais. Trabalhou com ilustração e ministrou diversas oficinas de aquarela. Pertencente ao quadro de diretores da Associação dos Artistas Plásticos do Paraná (APAP/PR). Atualmente vive em Curitiba, tendo também bases em Gênova (Itália) e Chicago (EUA).


DESENHO - CRIAÇÃO E OBSERVAÇÃO

Por meio do desenho de observação, as aulas abordarão: técnica de grafite com exploração da linha, luz, sombra e texturas; noções de composição; técnica de representação de elipses; perspectiva com dois pontos de fuga, desenho de cubo; perspectiva com um ponto de fuga, desenho de ambiente interno; introdução às cores com lápis de cor, círculo cromático e escalas cromáticas; noções de composição livre, equilíbrio, ritmo e contraste de cores no desenho; exploração de giz pastel seco sobre papel preto, enfatizando o claro e escuro no desenho.

 

Desenho


Professor: Luiz Lavalle Filho

Natural de Curitiba (PR), o artista plástico, curador e orientador de pintura e desenho Luiz Lavalle Filho participou de vários salões de arte, exposições coletivas e individuais. Foi premiado nos salões de Arte Contemporânea de Ponta Grossa em 2016, prêmio Adalice Araújo no 23º Salão de Artes do Clube Curitibano em 2014, prêmio Destaque no 10º Salão de Artes de Marília em São Paulo, participação na exposição coletiva ONDEANDAONDA II no Museu Nacional de Brasília, e participações nas Bienais de Curitiba em 2015 e 2018. Trabalha desde 2011 no Museu Casa Alfredo Andersen como orientador nas oficinas de pintura e desenho.


DESENHO - CAMINHO PARA UMA LINGUAGEM AUTORAL

A proposta do curso é elaborar caminhos para uma linguagem autoral iniciando com uma abordagem geral do desenho ao longo da história, considerando seu uso nas artes aplicadas e projetos, os caminhos para materialização de ideias bem como o resultado em si nas Artes Visuais. Serão trabalhados: conceitos de ponto, linha e forma; funcionamento das ferramentas mais tradicionais do desenho; esboço; capacidade de observação ao desenhar; exercícios de frottage; exercitar o desenho em diferentes formatos; prática com modelo vivo; noções de composição e harmonia visual, considerando contrastes por ritmo, direção, escala, intensidade, etc.; teoria das cores; compreensão de acúmulos e rarefações no uso de hachuras e pontilhismos para representação gráfica de texturas e volumes; luz e sombra; figura humana, noções de anatomia; corpo/desenho. Ao final do curso, a proposta é fazer uma análise dos trabalhos produzidos, debatendo e apontando caminhos para o desenvolvimento de uma linguagem autoral, com a perspectiva de gerar uma exposição coletiva de encerramento.


Professor: Marciel Conrado

Artista visual nascido em Curitiba, iniciou seu envolvimento com o graffiti em 2005, realizando murais e intervenções de forma independente e em colaboração com outros artistas da cidade. Estudou design, trabalhou em estúdios criativos e ilustrou periódicos. Entre 2010 e 2015 integrou a equipe do Museu Oscar Niemeyer (MON), desenvolvendo identidades gráficas de exposições e programas institucionais. Graduou-se em Licenciatura em Desenho na Escola de Música e Belas Artes do Paraná em 2014. Colaborou com a organização da galeria ACASA e expôs no SESC da Esquina, Caixa Cultural, Museu Metropolitano de Arte, Ecomuseu de Itaipu e Centro Integrado de Cultura em Florianópolis.

 


SERIGRAVURA EM AZULEJOS

As aulas vão abordar o processo gráfico, apontar oportunidades de expressão, reprodução, ocupação, lazer, bem como promover possibilidades de ganho e rendimento financeiro. Sendo atividade de amplo alcance social por sua diversidade técnica material e consequente versatilidade operacional, a serigrafia reúne inúmeras qualidades relacionadas à produção artesanal de impressos, iniciativa que independe de altos investimentos de capital e de equipamentos pesados.


Professor: Sérgio Moura

Artista com trabalhos desenvolvidos em desenho, pintura, escultura, artes gráficas, fotografia, serigrafia, ambientais (instalação), happenings, ações coletivas, educação e pesquisa. Graduado pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná (EMBAP) em 1982. Especialista em História da Arte Moderna e Contemporânea pela EMBAP em 2008. Realizou 23 exposições individuais e inúmeras coletivas. Tem obras no acervo de diversos museus. Executa projetos como artista educador em instituições públicas sempre enfocando a atividade criativa como essencial ao aprimoramento humano.


ARTE BOTÂNICA – OFICINA EM LÁPIS DE COR

O objetivo das aulas é ensinar o aluno as técnicas de pintura com lápis de cor para adquirir familiaridade com o uso dos materiais, as técnicas e a prática da arte de pintar com os lápis de cor. Serão abordados durante o curso: materiais e suas utilizações; tabela de cores; círculo cromático; mistura das cores; escolha de papéis; e muita prática.

 

Arte Botânica


Professora: Maria Celina Delespinasse Bini

Natural de Curitiba, nascida em 1952, curso técnico em design de interiores no CEFET, Licenciada em desenho e historia da arte pela EMBAP, Especialização em Paisagismo e projeto pela PUC, especialização no Distance Learning Diploma Course – SBA Londres. Professora, artista, desenhista, ilustradora botânica e médica; várias curadorias, sendo a última exposição em 2018 da Exposição Ilustração Botânica: Plantas Brasileiras, no Memorial de Curitiba. Participação de inúmeras exposições, no Brasil e exterior. Trabalhos publicados em livros e revistas.


CROQUIS URBANOS

As aulas trabalharão o estudo da perspectiva cônica a partir de um ponto de fuga até três pontos de fuga, desenvolvendo a percepção do aluno junto com sua técnica. Entre as competências estão: entender a paisagem urbana, percebendo as suas várias tipologias e dimensões; identificar os principais componentes da paisagem urbana através da percepção do desenhista; desenvolver a técnica da perspectiva cônica; desenvolver acabamento e domínio básico da técnica em grafite.

 

Croquis Urbanos


Professor: Guilherme Cesar Novak

Formado em Arquitetura e Urbanismo pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) em 2016 e no curso de Desenho e Pintura na Casa Artes Visuais. Entre 2016 e 2017 participou do Croquis Urbanos – Curitiba e do Encontro de Desenho da Figura Humana – Casa Artes Visuais; Em 2018 fez parte da exposição na feira gráfica Mamute – Coletivo Casa Artes Visuais e participou do concurso Projetar - Habitação Social no Largo Paissandú; Em 2019 expôs no café Manifesto.


AQUARELA

O curso vai explorar o universo da pintura em aquarela e seus atributos, os materiais necessários, acessórios e suportes; teoria das cores; matiz, valor, intensidade da cor/harmonia; noção básica de desenho (desenho de observação); efeitos luz e sombra, estudos de composição; técnicas da aquarela (seca, aguada, mista, efeitos e texturizações).

 

Aquarela


Professor: Francisco Borges Laranjal

Nascido em Laranjal (MG) em 1951, cidade que deu origem ao sobrenome artístico. Entre 1987 e 1988 morou nos Estados Unidos e teve aulas de desenho com modelo vivo com Patrícia Elliott, de pintura em aquarela com Elise Khol no Nashua Center for the Art (atualmente NAAA); Colagem e Assemblage com Aldrey Colby no Massasshussets College of Art (Boston); Pintura e Escultura com modelo vivo com Nancy Angel no Rivier College de Nashua-NH. No Brasil estudou com Ronaldo do Rego Macedo (Parque Lage), Nelson Leiner (FAAP) e Selma Weismmann da Escola Guignard de Belo Horizonte. Em 1989 volta para a cidade de Vitória (ES) quando inicia uma série de atividades artísticas, realizando mais de 20 exposições entre coletivas e individuais. Trabalhou com ilustração e ministrou diversas oficinas de aquarela. Pertencente ao quadro de diretores da Associação dos Artistas Plásticos do Paraná (APAP/PR). Atualmente vive em Curitiba, tendo também bases em Gênova (Itália) e Chicago (EUA).


CERÂMICA

A oficina de cerâmica tem como objetivo a prática voltada às técnicas de construção, elaboração e desenvolvimento de uma linguagem pessoal, tendo a argila como material de produção e estudo. As técnicas de modelagem e construção como acordeado, o paletado, uso de placas, ocagem das peças, aplicação de engobes e vidrados de baixa e alta temperatura, corda seca, baixo esmalte, over glaze, texturas e carimbos em superfícies, diferenciamento das massas cerâmicas, processos de reciclagem e hidratação das argilas, tipos de queimas, montagem do forno, entre outras. Aulas expositivas, pesquisa na área de produção de importantes ceramistas para aprimoramento do conteúdo.

A proposta é a formação de alunos na prática, nos estudos e pesquisas e no diagnóstico dos trabalhos, buscando uma linguagem artística contemporânea.

 

Cerâmica


Professoras:

Juliana Pimenta

Artista e ceramista graduada em Artes Visuais pela Universidade Tuiuti do Paraná (2000) e com especialização em Arte Educação (2003). Atuante na cerâmica desde 2004, foi artista convidada a expor na última Mostra Paralela ao 5º Salão Nacional de Cerâmica (2016). Vem ao longo dos anos, aperfeiçoando e desenvolvendo trabalhos, peças autorais no seu ateliê, sempre buscando uma linguagem mais contemporânea, dentro da cerâmica artística, como também da cerâmica funcional. É orientadora do ateliê do Museu Casa Alfredo Andersen desde 2012, aonde busca desenvolver com seus alunos uma prática processual voltada ao diálogo poético, criativo e reflexivo.


Janine Schoenfelder



OBJETO EM CONCRETO

O curso vai abordar o concreto e sua história, citando a obra de artistas que utilizaram o concreto como Tomie Ohtake, Pablo Picasso, Oscar Niemeyer, Poty Lazzarotto, entre outros. Conceitos do concreto na escultura, arquitetura, design e decoração e as tendências contemporâneas que utilizam o concreto em objetos decorativos e de design. Serão trabalhadas técnicas como moldagem, modelagem, pigmentação e tiragem, além de atividades práticas de construção de peças bidimensionais (baixo e alto relevo) e peças tridimensionais.


Professora: Marta Melo



HISTÓRIA DA ARTE

Por que os povos pré-históricos pintavam animais nas cavernas há 30 mil anos? Por que os desenhos eram tão esquisitos na Idade Média? Quais artistas quase perderam a cabeça na Revolução Francesa? Existem muitos fatos interessantes para aprender e conversar dentro da História da Arte. O curso cobre milhares de anos de história de forma simples, descontraída e descomplicada, para entender, na prática, o que os povos artísticos entendiam por arte. Entre os temas: arte rupestre; arte egípcia; arte grega; arte no Império Romano; arte na Idade Média; manifestações no Império Bizantino; arte românica e gótica; Renascimento; as escolas de Veneza e Florença; a relação entre arte, religião e poder; os principais artistas; entre outros.

 

História da Arte


Professores:


Renan Battist Archer


Sabine Feres

Artista visual, curadora, designer e professora de arte. Especialista em História da Arte Moderna e Contemporânea pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná (EMBAP), especialista em Design de Jóias pela Universidade de São Paulo (USP) e Instituto Brasileiro de Gemas e Metais (IBGM/SP). Graduada em Desenho Industrial pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Em sua trajetória e vivência artística, realizou cursos teóricos e práticos em Ateliês de Artes/Palestras/Workshops, com Ronaldo Brito, Luiz Camillo Osório, Fernando Cocchiarale, Cecília Cotrim, João Magalhães, Tadeu Chiarelli, Mario Ramiro, Dudi Maia Rosa, Raul Córdula, Fernando Bini, Adalice Araújo, Maria Cecília Noronha, Maria José Justino, Artur Freitas, Ronald Simon, Jussara Age, Guilmar Silva, Edilson Viriato. Exposições Internacionais em países da Europa, nos Estados Unidos e Argentina, bem como exposições nacionais em estados de Norte a Sul do país. Participou no Brasil e no exterior em salões oficiais de arte, premiações, curadorias, livros, obras em acervos públicos e privados. Atualmente é vice-presidente da Associação Profissional dos Artistas Plásticos do Paraná (APAP/PR), eleita para o biênio 2017/2019, e foi diretora cultural desta entidade de 2009 a 2017, destacando entre as atribuições a curadoria de diversas exposições de arte. Participa também das Políticas Culturais da Sociedade Civil Organizada representando a classe artística nas Artes Visuais como membro: da Comissão de Mérito do Mecenato Subsidiado e do Fundo de Cultura – Lei de Incentivo Municipal; do Conselho Municipal de Cultura e do Colegiado Setorial de Artes Visuais CNPC/MINC em Brasília/DF.


FOTOGRAFIA

O curso tem como objetivo embasar o aluno a produzir trabalhos autorais usando a fotografia como suporte, por meio do aumento do repertório visual e crítico. Para tanto, mostrará a evolução da linguagem fotográfica ao longo do tempo, suas várias formas de apresentação e pensamento com base na análise de diversos artistas. No conteúdo programático estão: conceito e história da fotografia como arte; fotografia documental; pensamento fotográfico para arte; técnicas básicas (ISO, diafragma, velocidade e seus efeitos colaterais, setup básico de câmeras digitais, tipos de luz); composição e linguagem; entre outros. Há proposta de realizar uma exposição coletiva no museu ao final do curso.

 

Fotografia


Professor: Christian Schönhofen

Nascido em Curitiba em 1972, passou a infância e adolescência em Garopaba (SC). Técnico em Desenho Industrial - Comunicação Visual e Design de Produto pelo CEFET-PR (hoje UTFPR) e em Desenho de Observação e Composição pelo Colégio Positivo, ambos em 1989. Graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) em 1994. Possui ainda cursos de pintura no Atelier Permanente de Pintura do Solar do Rosário, de Fotografia e Fotografia Documental na Omicron Escola de Fotografia. Seu trabalho pessoal registra o mar, as ondas e as pessoas que dele vivem.


OFICINA DE ARTE URBANA


O curso fará uma abordagem geral da arte urbana em sua diversidade de manifestações ao longo da segunda metade do século XX com conceitos técnicos básicos de desenho (ponto, linha e forma), conjugando formas simples para atingir formas complexas; desenho de personagens, figuras humanas ou animais; escrita urbana com estudo e reconhecimento dos estilos de graffiti enquanto escrita. O conteúdo das aulas prevê ainda a apresentação dos materiais mais utilizados e de técnicas como stencil, cartaz e lambe, adesivos em serigrafia, mosaico e ladrilhos, escultura e objetos. Ao final do curso, há ideia de pensar em exposição coletiva e também na execução de um painel coletivo.

 

Arte urbana


Professor: Marciel Conrado

Artista visual nascido em Curitiba iniciou seu envolvimento com o graffiti em 2005, realizando murais e intervenções de forma independente e em colaboração com outros artistas da cidade. Estudou design, trabalhou em estúdios criativos e ilustrou periódicos. Entre 2010 e 2015 integrou a equipe do Museu Oscar Niemeyer, desenvolvendo identidades gráficas de exposições e programas institucionais. Graduou-se em Desenho na Escola de Música e Belas Artes do Paraná em 2014. Colaborou com a organização da galeria ACASA e expôs no SESC da Esquina, Caixa Cultural, Museu Metropolitano de Arte, Ecomuseu de Itaipu e Centro Integrado de Cultura em Florianópolis.


LITERATURA


Professora: Patricia Lima Medcalf



LITERARTE

A cada semana, esse curso trabalha intercalando uma aula sobre literatura e atividade artística na outra, possibilitando ao aluno transitar e conectar os dois universos.

 

Litearte

Professores:

Patricia Lima Medcalf


Luiz Lavalle Filho

Natural de Curitiba (PR), o artista plástico, curador e orientador de pintura e desenho Luiz Lavalle Filho participou de vários salões de arte, exposições coletivas e individuais. Foi premiado nos salões de Arte Contemporânea de Ponta Grossa em 2016, prêmio Adalice Araujo no 23º Salão de Artes do Clube Curitibano em 2014, prêmio Destaque no 10º Salão de Artes de Marília em São Paulo, participação na exposição coletiva ONDEANDAONDA II no Museu Nacional de Brasília, e participações nas Bienais de Curitiba em 2015 e 2018. Trabalha desde 2011 no Museu Casa Alfredo Andersen como orientador nas oficinas de pintura e desenho.



Recomendar esta página via e-mail: